A coragem de ser imperfeito

A coragem de ser imperfeito
A coragem de ser imperfeito

Brené Brown ousou tocar em assuntos que costumam ser evitados por causarem grande desconforto. Sua palestra a respeito de vulnerabilidade, medo, vergonha e imperfeição já teve mais de 25 milhões de visualizações.

Viver é experimentar incertezas, riscos e se expor emocionalmente. Mas isso não precisa ser ruim. Como mostra Brené Brown, a vulnerabilidade não é uma medida de fraqueza, mas a melhor definição de coragem.

Quando fugimos de emoções como medo, mágoa e decepção, também nos fechamos para o amor, a aceitação e a criatividade. Por isso, as pessoas que se defendem a todo custo do erro e do fracasso acabam se frustrando e se distanciando das experiências marcantes que dão significado à vida.

Por outro lado, as que se expõem e se abrem para coisas novas são mais autênticas e realizadas, ainda que se tornem alvo de críticas e de inveja. É preciso lidar com os dois lados da moeda para se ter uma vida plena.

Em sua pesquisa pioneira sobre vulnerabilidade, Brené Brown concluiu que fazemos uso de um verdadeiro arsenal contra a vergonha de nos expor e a sensação de não sermos bons o bastante, e que existem estratégias eficazes para serem usadas nesse “desarmamento”.

Neste livro, ela apresenta suas descobertas e estratégias bem-sucedidas, toca em feridas delicadas e provoca grandes insights, desafiando-nos a mudar a maneira como vivemos e nos relacionamos.

O que ler após acabar esse livro?

Terminar de ler um livro que amamos sempre gera um misto de sentimentos e o mais comum é procurarmos obras parecidas para continuar desfrutando daquele prazer. A seguir você pode conferir algumas obras baseadas nos critérios a seguir:

autoajuda | Empreendedorismo | Não-ficção | Negócios | Psicologia
Use esse link para comprar livros por menos de R$20
Use esse link para comprar livros por menos de R$20

Livros parecidos

Espero que nossa lista de livros parecidos tenha ajudado você a achar sua próxima leitura. É sempre um prazer poder contribuir para o hábito da leitura em nosso país.

Você pode gostar:  O Diário de Anne Frank

Carinhosamente
Marcos Mariano