O amor é um cão dos diabos

Nesta coletânea que reúne poemas de 1974 a 1977, Bukowski reflete uma série de experiências próprias, objetos, lugares e pessoas (principalmente mulheres) que conheceu e esmiúça um mundo marginal, no qual o amor é regado a bebida e drogas e não obedece a regra alguma.

A poesia de Bukowski – que se orgulhava de ter escrito seu primeiro poema aos 35 anos – é marcada por um realismo lírico, repleta de informações biográficas, cheia de humor cáustico e desencantado. O melhor poeta da América, na opinião de Jean-Paul Sartre, exercitou uma escrita de temática urbana, mostrando o pior da sociedade americana, utilizando uma linguagem direta, crua.