5 livros indicados por Bill Gates

Quais os cinco livros favoritos de Bill Gates?

A seguir os cinco livros favoritos de Bill Gates de acordo com o aplicativo Esens, entre eles dois livros de Yuval Noah Harari, autor de Uma breve história da humanidade, livro que em breve terá resenha aqui no blog.

1 – 21 Lições para o Século 21

21 lições para o século 21, Yuval Noah Harari

O novo livro do autor de Sapiens e Homo Deus explora as grandes questões do presente e o que podemos fazer para melhorálo. Como podemos nos proteger de guerras nucleares, cataclismos ambientais e crises tecnológicas? O que fazer sobre a epidemia de fake news ou a ameaça do terrorismo? O que devemos ensinar aos nossos filhos? Em Sapiens, Yuval Noah Harari mostrou de onde viemos; em Homo Deus, para onde vamos. 21 lições para o século 21 explora o presente e nos conduz por uma fascinante jornada pelos assuntos prementes da atualidade. Seu novo livro trata sobre o desafio de manter o foco coletivo e individual em face a mudanças frequentes e desconcertantes. Seríamos ainda capazes de entender o mundo que criamos?

2 – Bad Blood

Bad Blood, John Carreyrou

A história completa da ascensão meteórica ao chocante colapso da Theranos, uma startup multibilionária de biotecnologia, escrita por John Carreyrou, premiado jornalista que divulgou a história em primeira mão e perseguiu-a até o fim, apesar da pressão de sua carismática CEO e das ameaças de seus advogados.

Em 2014, a fundadora e CEO da Theranos, Elizabeth Holmes, foi amplamente vista como a versão feminina de Steve Jobs: uma brilhante ex-aluna de Stanford cujo “unicórnio” prometia revolucionar a indústria médica com uma máquina que tornaria os testes de sangue mais rápidos e fáceis.

Apoiada por investidores como Larry Ellison e Tim Draper, a Theranos vendeu ações em uma rodada de levantamento de fundos que a valorizou em mais de 9 bilhões de dólares, o que fez o valor de Elizabeth Holmes crescer para cerca de 4,7 bilhões de dólares. Houve apenas um problema: a tecnologia não funcionou.

Em Bad Blood, John Carreyrou conta a história fascinante da maior fraude corporativa desde a Enron, um conto de ambição e arrogância em meio às promessas ousadas do Vale do Silício.

Indicado e citado por pessoas de sucesso inegável, Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos e Bill Gates, o criador do Windows e ex-CEO da Microsoft, indicam a leitura para o público e compartilha sua opinião a respeito do livro.

“Um monte de amigos meus recomendaram este aqui para mim. Carreyrou dá o olhar definitivo de alguém próximo à ascensão e à queda da Theranos. A história é ainda mais louca do que eu esperava, e me encontrei sem conseguir deixar o livro de lado depois que iniciei a leitura. Essa obra tem de tudo: esquemas elaborados, intrigas corporativas, histórias de capa de revista, relacionamentos familiares arruinados, e o fracasso de uma companhia que um dia valeu quase US$ 10 bilhões.” Bill Gates

3 – Homo Deus

Homo Deus, Yuval Noah Harari

Neste Homo Deus: uma breve história do amanhã, Yuval Noah Harari, autor do estrondoso best-seller Sapiens: uma breve história da humanidade, volta a combinar ciência, história e filosofia, desta vez para entender quem somos e descobrir para onde vamos.

Sempre com um olhar no passado e nas nossas origens, Harari investiga o futuro da humanidade em busca de uma resposta tão difícil quanto essencial: depois de séculos de guerras, fome e pobreza, qual será nosso destino na Terra?

A partir de uma visão absolutamente original de nossa história, ele combina pesquisas de ponta e os mais recentes avanços científicos à sua conhecida capacidade de observar o passado de uma maneira inteiramente nova. Assim, descobrir os próximos passos da evolução humana será também redescobrir quem fomos e quais caminhos tomamos para chegar até aqui.

4 – Origens: Uma grande história de tudo

Origens, David Christian

Como passamos do big bang à complexidade impressionante de hoje, em que 7 bilhões de seres humanos estão conectados por redes poderosas o suficiente para transformar o planeta?

David Christian oferece essas respostas com uma saborosa narrativa cosmológica que amplia nossos horizontes, contada na maior escala possível. Criador do projeto Big History, que tem Bill Gates como um de seus grandes apoiadores, ele traça como, em oito momentos fundamentais, as condições certas permitiram que novas formas de complexidade surgissem ― das estrelas às galáxias, da Terra ao Homo sapiens, da agricultura aos combustíveis fósseis.

Esta última grande inovação nos deu uma bonança energética que trouxe enormes benefícios para a humanidade, mas que também ameaça abalar tudo o que criamos.

Com um escopo panorâmico e uma narrativa cativante, Origens revela o que podemos aprender sobre a existência humana quando a consideramos a partir de uma escala universal.

“Sou um antigo fã de David Christian. Neste livro ele costura elegantemente evidências e insights a partir de diversas disciplinas científicas e históricas, para construir uma só narrativa histórica acessível.” ― Bill Gates

“Em Origens, David Christian encontrou uma maneira espetacular de usar a história para ordenar todo um conjunto de conhecimentos sobre o mundo. Um feito maravilhoso.” ― Carlo Rovelli, autor de Sete breves lições de física

5 – Iluminação Espiritual Agora (Enlightenment Now)

Enlightenment Now, Steven Pinker

O mundo está realmente desmoronando? O ideal de progresso é obsoleto? Nesta avaliação elegante da condição humana no terceiro milênio, o cientista cognitivo e intelectual público Steven Pinker nos exorta a nos afastarmos das manchetes e profecias da desgraça, que jogam a favor de nossos preconceitos psicológicos. Em vez disso, siga os dados: Em setenta e cinco gráficos de queda da mandíbula, Pinker mostra que a vida, saúde, prosperidade, segurança, paz, conhecimento e felicidade estão em ascensão, não apenas no Ocidente, mas em todo o mundo. Este progresso não é o resultado de alguma força cósmica. É um presente do Iluminismo: a convicção de que a razão e a ciência podem aumentar o florescimento humano.

Longe de ser uma esperança ingênua, o Iluminismo, sabemos agora, tem funcionado. Mas, mais do que nunca, ele precisa de uma defesa vigorosa. O projeto do Iluminismo nada contra as correntes da natureza humana – tribalismo, autoritarismo, demonização, pensamento mágico – que os demagogos estão muito dispostos a explorar. Muitos comentaristas, comprometidos com ideologias políticas, religiosas ou românticas, combatem uma ação de retaguarda contra ele. O resultado é um fatalismo corrosivo e uma vontade de arruinar as preciosas instituições da democracia liberal e da cooperação global.

Com profundidade intelectual e talento literário, o Iluminismo Agora defende a razão, a ciência e o humanismo: os ideais de que precisamos para enfrentar nossos problemas e continuar nosso progresso.

Carinhosamente
Marcos Mariano

Deixe uma resposta