4 dicas de como anunciar no marketplace e vender mais

O maravilhoso mundo do varejo online conquistou você e agora o seu maior desejo é vender na internet? Então você precisa saber como anunciar no marketplace! Essa é a porta para os melhores resultados de vendas desde que o comércio online iniciou.

Antes de mais nada, você sabe o que é marketplace ou loja virtual? Sabe quais são as diferenças e similaridades? Ainda não? Não tem problema, vamos dar uma breve explicação.

4 dicas de como anunciar no marketplace e vender mais
4 dicas de como anunciar no marketplace e vender mais

As lojas virtuais, também conhecidas como e-commerces, como o próprio nome diz, é uma versão virtual de uma loja física. Só que ao invés de alugar um espaço, contratar vendedores e se preocupar com limpeza e contas de água, energia e internet, você disponibiliza um espaço virtual com todos os seus produtos anunciados e o próprio cliente faz todo o processo.

Por isso, é importante que sua loja virtual seja intuitiva e carregue todas as informações que o consumidor venha a solicitar. Além disso, como estamos falando em internet, para que as pessoas conheçam o seu ambiente, é importante investir em um bom marketing e, claro, nas redes sociais.

Já os marketplaces são verdadeiros shoppings virtuais, repletos de lojas com os mais variados produtos de diferentes nichos. As vantagens de anunciar em marketplace são muitas:

  • Mais visibilidade
  • Não precisa cuidar de manutenção de sistema
  • Não precisa se preocupar em desenvolver plataforma
  • Oferece diversas formas de pagamento sem ter que se preocupar com integração de plataformas
  • Maior credibilidade
  • Diversas soluções integradas
  • Menor investimento em publicidade e marketing
  • Operações mais enxutas

Além de tudo isso, a venda em marketplace ajuda a movimentar o estoque de e-commerces e até mesmo de lojas físicas. Ou seja, evita que produtos se deteriorem nas prateleiras à espera de uma venda.

Você pode gostar:  Vantagens de ter uma conta comercial no Instagram

Dicas de como anunciar no marketplace pela primeira vez

1. Registre sua empresa

Pode parecer um pouco óbvio, mas você precisa registrar a sua empresa para conseguir anunciar em marketplaces como Mercado Livre, Magazine Luiza e Amazon. Isso se deve ao fato de que você precisará emitir notas fiscais.

As notas fiscais são uma segurança tanto para quem vende quanto para quem compra. Afinal, é um documento legítimo que dá o direito ao comprador a receber pelo que pagou e ao vendedor a receber pelos serviços prestados.

Se você não sabe como abrir sua MEI ou ME, saiba que na internet existem diversas matérias com um passo a passo simples e fácil, como é o caso da matéria Como se tornar um Microempreendedor Individual (MEI).

2. Escolha em qual marketplace quer anunciar

Já ouviu que “não se deve colocar todos os ovos na mesma cesta”? Essa é a nossa dica: não aposte em apenas um marketplace se você pode anunciar as mesmas coisas em vários shoppings virtuais ao mesmo tempo!

Claro, se você ainda tem algumas dúvidas e quer sentir o terreno primeiro, você pode optar por anunciar em apenas um e depois partir para os outros. Basicamente, todos os marketplaces possuem um mesmo modus operandi para cadastros:

  1. Realiza-se o pré-cadastro
  2. Aguarda aprovação
  3. Finaliza o envio dos dados
  4. Escolhe a melhor campanha de vendas em marketplaces
  5. Inicia seu ciclo de vendas

Parece simples, mas é complexo, exige paciência para ver os resultados e também muita disposição para fazer acontecer. A boa notícia é que existem formas mais simples de adentrar esse mundo e anunciar em marketplaces como se fosse um vendedor antigo e prestigiado.

Você pode gostar:  Quais os produtos mais vendidos na Amazon Brasil?

Estamos falando em anunciar em marketplaces como uma loja autorizada. Existem várias soluções no mercado e uma delas é o olist, com o pacote Olist Store, que além de colocar seus produtos entre os primeiros resultados, também permite que você anuncie em vários marketplaces ao mesmo tempo e aumentando suas chances de venda.

3. Cadastre seus produtos com assertividade

Não cometa erros que podem custar o seu sucesso. Sendo assim, vamos esmiuçar todas as etapas de um bom cadastro de produtos.

3.1 Boas fotos

Imagem é tudo. Seus clientes querem ver todos os detalhes, variações e, o mais importante, alguém interagindo ou usando o que você está vendendo. Dessa forma, invista em fotos profissionais ou pelo menos de boa qualidade.

Quanto ao fato de alguém utilizar seu produto nas fotos, saiba que essa “humanização” torna a visualização mais agradável e o cliente se sente mais à vontade e impelido a comprar.

Capriche na iluminação, ângulo e em captar cada detalhe. Valerá a pena, pode ter certeza.

3.2 Títulos adequados

Lembre-se sempre de trabalhar textos descritivos e títulos com otimização de palavras-chave. Ou seja, se você vende copos térmicos, insira esse termo no título, mesmo que seja seguido do nome da marca. 

É preciso pensar como um cliente que está procurando essa mercadoria. Como você pesquisaria por ela na internet se não soubesse ou lembrasse o nome da marca? Esse é o caminho para otimizar as buscas.

3.3 Boas descrições

Assim como os títulos devem ser otimizados, as descrições também devem conter o nome do produto e suas possíveis variações. Mas atenção: não insira tudo na sequência pois é difícil de compreender e pode transparecer um ar amador. Faça isso ao longo do texto, com uma boa redação.

Você pode gostar:  Como fazer marketing de conteúdo para alavancar o seu negócio

Além disso, não esqueça de incluir todos os detalhes e um FAQ bem completo para que seu consumidor não tenha dúvidas sobre o que está adquirindo.

3.4 Não minta ou exagere

A tentação de dizer que seu produto é melhor, mais incrível e resistente que os outros, mas se ele não for, seu cliente terá todo o direito de reclamar e ter o dinheiro de volta. Aliás, essa prática é perigosa e pode prejudicar a sua avaliação como vendedor.

4. Invista em marketing

Por último, mas não menos importante, temos o marketing. Não esqueça de criar planos de ação para seus produtos. E isso inclui campanhas de marketing ativos, voltadas especificamente para o seu cliente.

Por isso, não faça campanhas genéricas do tipo “território brasileiro”, “todos os sexos e idades”. Isso é jogar dinheiro fora. Dessa forma escolha um produto e invista pesado nas características dos clientes que compram o que você vende.

Para finalizar, esperamos que agora você saiba como anunciar em marketplace e que tenha ótimos resultados! Boas vendas e até a próxima!

Este texto foi escrito pela equipe do olist, uma solução completa para lojas que querem vender online de forma prática e profissional. Com milhares de lojas parceiras em mais de 180 países, o olist tem ferramentas que facilitam a criação de loja virtual, a venda em marketplaces e a operação logística no e-commerce. Conheça o olist.

Aproveite para nos seguir no Google Notícias e ficar por dentro de todas as novidades do site.

Imagem padrão
Marcos Mariano

Tenho 30 anos e sou apaixonado por jogos, animes, tecnologia, criptomoedas e literatura. Atualmente estudo Marketing Estratégico Digital e mato meu tempo escrevendo qualquer coisa que passe pela minha cabeça.

Artigos: 938

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.