Como trabalhar e estudar no Japão

Será que vale a pena morar e estudar no Japão?

Como um país bem evoluído o Japão se preocupa há muitos anos e tem buscado medidas que facilitem a chegada de estrangeiros para suprir a falta de mão de obra qualificada e estabelecer uma vida familiar no país.

Em um país onde a população idosa está crescendo a cada ano, pessoas em idade produtiva são necessárias, e seus objetivos futuros podem ser alcançados por meio dessas oportunidades concedidas pela lei japonesa por meio da concessão de vistos de estudante e subsequente obtenção de qualificações profissionais ou vistos de trabalho.

Os brasileiros acolhem vários aspectos do mercado de trabalho japonês em suas informações pessoais, enfatizando o fato de que o projeto prevê a possibilidade de aprender japonês e assim adaptar as necessidades de vivência no Japão. Profissionais qualificados e inserção no mercado de trabalho.

O Japão é governado pelo imperador, e o imperador tem poder limitado, ou seja, o país vive uma monarquia constitucional. Sua economia internacional foi fortemente fortalecida e suas forças armadas permanecem vigilantes.

O país é muito vulnerável a diversos desastres naturais, como furacões, terremotos, tsunamis e vulcões, e está preparado para lidar com essas situações, mesmo assim são situações extremamente preocupantes.

Embora o sistema educacional seja muito eficaz, o racismo e a intolerância ainda existem, principalmente para os estrangeiros.

Japão: O lar da tecnologia e da inovação
Japão: O lar da tecnologia e da inovação

E há muitos brasileiros que sofrem com o aluguel de casa e até com o trabalho.

A cultura japonesa é muito diferente da cultura brasileira, e pode causar estranheza entre os habitantes. Eles são mais fechados e solitários, enquanto os brasileiros são mais calorosos e podem se socializar. Compreender as possibilidades de trabalho e estudo é a regra de vida no país.

É importante ressaltar, que parar entrar no Japão você vai precisar de um visto de 3 meses, para solicitar é necessário levantar a documentação solicitada e se programar para viagem.

Você pode gostar:  7 maneiras de ganhar dinheiro com criptomoedas em 2021

Como é trabalhar no Japão?

O Itamaraty estima que existam cerca de 200 mil brasileiros vivendo no Japão, a maioria descendentes e seus cônjuges que trabalham em fábricas de autopeças, eletrônicos, alimentos e outras.

A moeda é o iene, e o salário mínimo está em torno de 150.000 ienes, ou seja, cerca de 5.000 reais. Essas fábricas são as maiores empreiteiras e permitem dias de trabalho de mais de 8 horas para pagar um adicional de 25% das horas extras. Muitos brasileiros precisam trabalhar por muito tempo.

É importante ressaltar que esses valores variam de região para região, pois por lá cada prefeitura tem autonomia de estimularem um valor médio para as empresas adotarem.

Devido ao grande número de oportunidades de trabalho, as agências de empregos que oferecem vagas para estrangeiros podem ajudar a encontrar empregos, passagens aéreas e realizar trâmites burocráticos. A maioria das vagas de emprego vem de fábricas, mas há muito espaço para falantes de inglês e vagas de emprego qualificadas em várias regiões.

Vamos lá, quem pode hoje trabalhar no Japão?

Os descendentes e seus cônjuges podem trabalhar no país. Estudantes, bolsistas ou trabalhadores qualificados precisam de um idioma fluente e de convites de empresas.

A lista de documentos exigidos irá variar de acordo com a ancestralidade da parte envolvida, e deve incluir um certificado de habilitação emitido pelo departamento de controle de imigração para comprovar que as atividades realizadas atendem às qualificações permanentes.

O Consulado-Geral do Brasil em Hamamatsu, em cooperação com o Ministério das Relações Exteriores e o Ministério do Trabalho e Previdência Social, elaborou um pequeno manual para trabalhadores brasileiros no Japão para orientá-los na solução de questões trabalhistas, previdenciárias e legislativas.

Você pode gostar:  Shingeki no Kyojin: diretor da última temporada pode estar com problemas de saúde

Baixe o folheto ou procure mais informações no site do consulado lá você vai ficar por dentro de todos os documentos pertinentes que você precisa para trabalhar e estudar no Japão.

Vamos falar mais a fundo, como é estudar no Japão?

Quem deseja ser estudar no Japão pode aproveitar muitas oportunidades que o país dispõe, tanto na graduação, quanto na pós graduação, além do ensino profissionalizante é personalizado de acordo com o seu perfil.

Fora que é a oportunidade de trabalhar em um país de primeiro mundo, inclusive com bolsas de estudo.

A maioria das vagas é na área técnica, brasileiros com dupla cidadania japonesa não são elegíveis. A chamada bolsa MEXT visa proporcionar dois a três anos de pesquisa e cursos de pós-graduação para jovens menores de 34 anos.

Além dos projetos de pesquisa, deve-se também expressar sua proficiência em inglês e japonês. Para ingressar no programa de graduação de 5 anos, é necessário ter entre 17 e 21 anos e domínio do idioma.

Na área de engenharia e tecnologia, também há uma escola técnica à sua escolha.

O curso tem duração de 4 anos e exige ensino médio completo e domínio do inglês ou japonês. Os cursos profissionalizantes são oferecidos para jovens entre 17 e 21 anos.

Para aqueles que também concluíram o ensino médio e são proficientes em inglês ou japonês, os cursos de três anos podem ser ministrados em diferentes regiões.

Embora possa haver dificuldades em um país como o Japão, ao contrário do Brasil, e com aspectos sutis como bullying e desastres naturais, o sistema público ainda é eficaz e pode enriquecer muito a experiência dos brasileiros que viajam para o exterior.

Essa é a sua oportunidade de trabalhar e estudar em um país de primeiro mundo, basta realizar um excelente planejamento e ir com tudo que a oportunidade é sua! O Japão vai lhe proporcionar um conhecimento enriquecedor, fora que será a sua oportunidade e chance de alavancar a sua vida.

Você pode gostar:  9 animes parecidos com Yu-Gi-Oh! Sevens (2020)

Carinhosamente
Marcos Mariano

1 comentário em “Como trabalhar e estudar no Japão”

  1. Pingback: 10 melhores profissões para quem gosta de desenhar – Pousada Nerd

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.