A lenda do fio vermelho do destino

Onde estará minha alma gêmea?

Conhecida como um símbolo altamente ligado ao destino, a lenda do fio vermelho se trata de uma história que nasceu na China, porém foi expandida no Japão. Além de ter maior importância, o mito popular nas terras japonesas se chama Unmei no Akai ito.

Levada muito a sério, como a maioria das demais culturas evidenciadas no Japão, essa lenda em específico, traz um significado muito importante. Segundo os registros históricos, a lenda do fio vermelho do destino simboliza a conexão do companheiro de alma.

A lenda do fio vermelho do destino
A lenda do fio vermelho do destino

A fábula conta que, todas as pessoas quando nascem possuem em seu dedo mindinho da mão esquerda um amarrado de fio vermelho. Segundo o simbolismo da história, esse fio é indestrutível. Sendo assim, além de acrescentar à riqueza histórica e cultural dos japoneses, a lenda é inspiração para inúmeros filmes, programas de tv, bem como os famosos mangás.

A história da Lenda do Fio Vermelho do Destino

A lenda conta a história de um jovem órfão. O seu sonho era poder se casar e construir uma família. Porém, ao chegar à fase adulta, Wei não conseguiu conquistar o seu ideal.

Mas, parece que tudo mudou quando Wei, em uma viagem teve a chance de conhecer um velho homem que se intitulou como o Deus dos casamentos. O senhor contou para o jovem órfão que não precisava se preocupar, pois, aquela que seria a sua esposa, mas, naquele momento ela tinha apenas três anos. Com isso, Wei deveria aguardar por mais 14 anos.

O jovem pôde perceber que o deus do destino levava com ele uma bolsa com o fio do destino. O material era vermelho e não poderia ser cortado. Segundo o velhinho, quando um casal está conectado por este fio, são destinados a ficarem juntos eternamente.

Anos mais tarde, exatamente 14 anos depois, o jovem teve a sorte de encontrar uma moça muito bonita, de 17 anos. Essa era, exatamente, a menina que o deus do destino havia falado para ele. Ao se encontrarem, os dois se sentiram ligados pela força do acaso. E, a partir desse momento, ficaram juntos para sempre.

Entendendo a lenda

A lenda do fio vermelho do destino faz uma representação da alma gêmea. Uma vez orientados pelo rumo do destino, dois corações, certamente, em algum momento da vida, se encontrarão e ficarão juntos.

No entanto, a história do fio vermelho também conta com alguns imprevistos que podem acontecer para tentar desviar o destino de uma pessoa. De acordo com as situações que nem sempre são favoráveis, a história enfatiza que, mesmo depois de um caminho tortuoso as duas pessoas ainda podem se encontrar.

Não é atoa que essa é uma fábula marcada por amor, determinação e esperança. Sendo assim, na história do fio vermelho, existem também as evidências que apontam que o fio de cada pessoa é bem longo. Isso quer dizer que, até as duas almas se encontrarem, poderão viver diversas situações antes.

Porém, de acordo com a lenda, nada poderá deter o destino, nem o tempo e nem as situações. Ou seja, as duas almas se encontrarão de qualquer maneira. Até porque, uma das conclusões da história explica que as almas nascem juntas.

Corações ligados

Um fato curioso sobre a lenda do fio vermelho do destino é que o dedo mindinho é uma representação do coração. Isso se explica porque o dedo possui uma artéria ulnar que se liga ao coração. Dessa maneira, é possível dizer que o dedo mindinho é também uma extensão do coração.

É justamente por essa importância que em algumas culturas, o simbolismo com o dedo mindinho representa uma forma de reconciliação. Ou também serve para enfatizar uma promessa.

O conto do fio vermelho não se limita apenas a casais. A lenda também fala sobre o envolvimento com outras pessoas, com outros tipos de relacionamentos que se estendem ao longo da vida. Com isso, muitas pessoas que acabam de se conhecer possuem o sentimento como se já fossem velhos amigos.

A sensação é tão mágica que, em todos os momentos, quando alguém se pega pensando a respeito, se sente completamente nostálgico. Segundo a lenda, o fio pode até se embolar, se contrair, porém, nunca poderá ser cortado.

A boa notícia é que, mesmo aqueles que estão desapontados com o amor, podem deter esperança. Pois, a cada momento que se passa, a distância entre os dois corações diminui consideravelmente. Ou seja, faltará pouco para a conexão eterna traçada pelo destino acontecer.

Embora seja reconhecida como lenda, a história do fio vermelho do destino possui conexões com o entrelaçamento quântico, uma evidência comprovada pelo estudo científico. Sendo assim, isso quer dizer que, quando duas coisas com características existentes estão interligadas, não é possível mencionar um, sem falar do outro.

A lenda do fio vermelho do destino se assemelha a inúmeras situações. Outra coisa que pode ser mencionada é a sensação de quando uma mãe sente-se mal porque o seu filho está em situação de perigo. Mesmo que ela não saiba de nada que aconteceu, ela consegue sentir.

O Unmei no Akai ito corresponde a uma sensação pura, um enlace que estará sempre firmando na vida de qualquer ser humano. Porém, o que acontece é que com o tempo, a humanidade tem se tornado cada vez mais cética, parando de sentir o fio vermelho do destino.

A sabedoria milenar comprova que muito pode ser aprendido na vida a partir das sensações. A lenda do fio vermelho destino mostra exatamente isso. É possível viver mais leve, carregando sempre a esperança no coração.

A certeza de que um dia as almas poderão se encontrar é algo que não pode ser comprovado pela ciência. Mas, não existe nada mais compensador do que acreditar na sabedoria do que é profundo.

O que não pode ser visto, pode ser sentido. A importância do sentir ultrapassa qualquer evidência daquilo que é tocável. Sendo assim, a lenda do fio vermelho do destino serve para provar que vale a pena acreditar no amor e no enlace eterno.

Até logo criatura apaixonada

Você já conhecia a lenda do fio vermelho do destino? O que achou dela? Já encontrou sua alma gêmea? Comente!

Comente nas postagens de fevereiro e concorra ao sorteio de um livro ou mangá no valor de até R$30,00.

Carinhosamente
Marcos Mariano

5 comentários em “A lenda do fio vermelho do destino”

  1. É como se fosse a lenda das almas gêmeas em outra cultura?
    Admito que nem fazia ideia dessa lenda do fio vermelho, mas meu coração ainda tem uma parte romântica que sorriu ao ler e aprender um pouco mais sobre o tema.
    Será? rs
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    Responder
    • Exatamente, a ideia é a mesma, mas nesse caso tem todo um lance bonitinho sobre o fio esticar e se enroscar, que é o que mais acontece na vida.

      Eu sempre tento acreditar que esse fio existe, porém o que acreditava ser, hoje eu tenho certeza que não é.

      Beijos

      Responder
  2. não conhecia essa lenda ,achei curiosa a parte do dedo mindinho e já vi muita gente ,principalmente crianças entrelaçando os dedinhos mindinhos para fazer uma promessa ou uma reconciliaçao .

    Responder

Deixe uma resposta