Notas de um Velho Safado

Notas de um Velho Safado
Notas de um Velho Safado

Em Notas de um velho safado, a América tem uma cara de 50 anos, corpo de 18 e desfila de calcinha rosa claro e salto alto na madrugada corrosiva de Los Angeles. A América é um sapatão furioso com uma garra metálica no lugar da mão esquerda e não quer saber de transar com o Velho Safado. A América é uma deusa milionária com a qual ele se casa e da qual amargamente se separa. A América é uma prostituta, 150 quilos, um metro e meio de altura, que peida, uiva e destroça a cama quando goza. A América é também estudantes e revolucionários proferindo discursos inflamados em parques ensolarados de São Francisco no final da década de 60. A América é Neal Cassady dirigindo alucinadamente pelas ruas de Los Angeles, pouco tempo antes de morrer de overdose sobre os trilhos de uma ferrovia mexicana. A América é Jack Kerouac e Bukowski poetando na Veneza californiana.

Notas de um velho safado forma um conjunto de histórias excepcionais saídas de uma vida violenta e depravada, horrível e santa. Não podemos lê-lo e seguir sendo os mesmos.

O que ler após acabar esse livro?

Terminar de ler um livro que amamos sempre gera um misto de sentimentos e o mais comum é procurarmos obras parecidas para continuar desfrutando daquele prazer. A seguir você pode conferir algumas obras baseadas nos critérios a seguir:

erótico | Literatura Estrangeira | livros eróticos | mulheres | sexo
Use esse link para comprar livros por menos de R$20
Use esse link para comprar livros por menos de R$20

Livros parecidos

Espero que nossa lista de livros parecidos tenha ajudado você a achar sua próxima leitura. É sempre um prazer poder contribuir para o hábito da leitura em nosso país.

Você pode gostar:  Cidade das Cinzas (Os Instrumentos Mortais #2)

Carinhosamente
Marcos Mariano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.