Como criar um blog de sucesso em 2021

Planejamento para criar um blog de sucesso do zero

Começar um blog do zero pode parecer uma tarefa assustadora, e por mais que seja simples criar uma página e começar a compartilhar os seus pensamentos, escrever um blog de sucesso e que seja encontrado pelo Google é bem mais complicado.

Com isso em mente vou criar algumas dicas que são basicamente o resumo de tudo que eu aprendi em um ano escrevendo um blog literário antes de criar a Pousada Nerd, que é um blog com um nicho um pouco mais amplo.

A criação de um blog que terá sucesso a longo prazo passa por vários passos, desde a escolha certa do seu nicho até o estabelecimento de metas realistas que não te façam desistir, mas sim persistir.

Criando metas realistas para o seu novo blog

O meu primeiro blog falhou de maneira assustadora, por um simples motivo: minhas expectativas não estavam alinhadas com o que eu realmente conseguiria obter.

Vou listar alguns motivos pelos quais muitos escritores desistem em menos de 3 meses de blogs que teriam tudo para dar certo caso eles persistissem.

  1. Esperar sucesso e uma grande quantidade de acessos do dia para a noite
  2. Escrever pouco ou sobre temas que jamais serão pesquisados
  3. Falar sobre coisas que interessam mais a eles do que aos leitores
  4. Ficar obcecado com dados de acesso e monetização
  5. Ausência de um plano a longo prazo
  6. Não entender como o Google funciona e quanto tempo ele leva para confiar em um novo site e finalmente começar a te colocar nas primeiras páginas da pesquisa

Quantos acessos esperar nos primeiros meses?

NENHUM ACESSO. Exatamente o que você leu, nenhum acesso. No início o Google e os outros mecanismos de pesquisa ainda estão avaliando seu site para ver a qualidade do conteúdo e começando a fazer alguns testes para saber aonde te encaixar nos resultados de pesquisa então todo e qualquer acesso que você tiver é lucro.

Acessos do Protótipo Literário entre 2019 e 2020

Quando iniciei a migração do Protótipo Literário para a Pousada Nerd o blog estava com uma média de 1200 acessos orgânicos mensais. É importante observar que o blog começou a ter acessos orgânicos em junho apesar de ter sido criado no começo do ano.

Caso queira conferir o primeiro relato de crescimento do blog é só clicar nessa frase.

Claro que cometemos muitos erros nos tipos de conteúdos que escrevemos, algo que vou falar em seguida, mas isso nos da uma base para pensar que é razoável não esperar tráfego no seu site em menos de 3 meses.

Claro que você pode começar a ter alguns acessos antes dependendo da qualidade do seu conteúdo e da concorrência do seu nicho, mas chutar para baixo sempre ajuda a não se frustrar com os resultados obtidos.

Escreva coisas que ajudem as pessoas

O principal erro que cometi nos meus outros dois blogs que morreram antes de sequer terem vida, foi escrever mais para mim do que para o público. Eu não estava escrevendo conteúdos que resolvessem os problemas das pessoas, eu estava apenas querendo me expressar.

Não há nada de errado em querer se expressar através do seu blog, mas qual o sentido de escrever se ninguém for ler? Por isso é importante ir colocando a sua personalidade em cada texto enquanto ajuda as pessoas a resolverem algum problema.

Entenda o básico de SEO

SEO é a abreviação de “Search Engine Optimization” e se refere à técnicas que você deve utilizar para aumentar suas chances de aparecer na pesquisa do Google.

Claro que existem outros motores de busca, mas quando se fala em acessos orgânicos é basicamente o Google ou nada, já que ele domina cerca de 90% das buscas realizadas.

Ainda vale a pena criar um blog

Essa pergunta é feita por toda a internet todos os anos desde 2015 e a resposta continua sendo a mesma: vale muito a pena criar um blog ou colaborar com algum já estabelecido. Por mais que a tendência seja o crescimento das plataformas de vídeo e streaming, ainda existem muitas consultas que são feitas diretamente no Google.

Outro ponto bastante óbvio é que agora é o mais cedo que você pode começar a fazer algo. E também, nada impede que você transfira seu público para um canal no Youtube ou um Podcast no futuro.

Já imaginou ter um podcast foda igual o Cantinho da Pah?

Porque eu não recomendo criar um blog grátis

Inicialmente pode parecer uma ideia genial criar um blog gratuito, mas se você realmente quer ter um blog de sucesso e com possibilidade de gerar renda e impactar a vida das pessoas, você vai precisar ter controle total sobre seu layout e seu conteúdo.

Geralmente as plataformas gratuitas te oferecem um subdomínio no plano gratuito, algo como “seusite.nomedaplataforma.com” o que costuma não ficar muito bonito além de não ser eficiente. Algumas das plataformas mais comuns que você vai encontrar são Blogger, Wix e WordPress.com (que é diferente do WordPress.org que é o mais recomendado para nossos trabalhos).

Como já tive a oportunidade de usar todas essas plataformas, vou falar sobre os prós e os contras de cada uma, exceto o WordPress.org, que será abordado na seção seguinte, “Como criar um blog profissional”.

Blogger

O Blogger é a plataforma de blogs do Google e entre as opções gratuitas, possui uma grande vantagem: é a única plataforma que permite a utilização de um domínio personalizado (exemplo.com) sem o pagamento de nenhuma taxa adicional.

Blogger, uma solução simples e gratuita

A hospedagem também é gratuita, então se você não pretende utilizar plugins ou quer simplesmente focar na produção de conteúdo essa acaba sendo uma ótima opção.

Claro que isso tudo vem com um preço, a limitação tanto na personalização quanto no editor de conteúdo, porém ainda acredito que entre as opções gratuitas é a única com a qual você pode ter algum sucesso.

De fato o próprio Protótipo Literário ficou hospedado no Blogger por bastante tempo e os acessos que obtivemos foram todos nessa plataforma.

A velocidade das páginas é satisfatória até você começar a usar anúncios do AdSense, que mesmo sendo uma solução do próprio Google deixa a velocidade de carregamento toda cagada.

Wix

O Wix tem todo um marketing bom e páginas bonitas, porém não passa disso. Eu odiei basicamente tudo na plataforma durante o tempo que utilizei.

Você tem limitações com relação à personalização do layout da página e a velocidade de carregamento chega a dar sono. De nada adianta uma página bonita se as pessoas vão desistir dela durante o carregamento.

Wix, sua pior opção

Resumindo o Wix te deixa preso à layouts prontos, cobra um preço alto pela hospedagem e tem opções limitadas de monetização. Talvez para uma empresa que quer apenas montar uma loja seja uma boa opção, porém para suas aspirações no mundo dos blogs, é a pior opção.

Eu sofri com o Wix até na hora de migrar para outra plataforma já que eles dificultam ao máximo o processo de remover o conteúdo da plataforma deles e levar para outra. Então pense bem antes de produzir uma quantidade grande de conteúdo aqui, porque você vai sofrer para fazer a migração.

WordPress.com

Aqui é onde boa parte da confusão começa, praticamente todos que começam a escrever um blog se deparam com recomendação de usar o WordPress, já que ele é a plataforma usada pela maioria dos sites na internet. Mas geralmente as pessoas estão se referindo à versão autohospedada (wordpress.org) que você instala na sua própria hospedagem, e é bem diferente da versão WordPress.com.

O WordPress.com é uma solução de criação de blog oferecida pela Automattic, e em muito se parece com o Blogger. É possível criar um blog gratuitamente porém para conectar um domínio personalizado é necessário assinar um plano.

WordPress.com, uma solução para quem quer blogar por amor

Os sites criados aqui são rápidos, seguros e responsivos. Além disso, o WordPress.com tem a grande vantagem de te conectar aos outros blogs através de um feed, de modo que a comunidade toda de um determinado nicho acaba interagindo.

O problema aqui no caso é a limitação com relação à personalização e às formas de monetização. Para poder exibir anúncios no seu site, você precisa assinar o plano de R$26 mensais, porém a plataforma só aceita pagamentos anuais, o que totalizam R$312.

Não fosse pela necessidade do pagamento anual, eu provavelmente já teria experimentado pelos benefícios de se conectar a uma comunidade viva de pessoas que escrevem todos os dias.

A boa notícia para você é que existe uma maneira de se beneficiar dos recursos do WordPress.com mesmo usando uma instalação do WordPress.org, basta conectar o seu site à nuvem do WordPress com o plugin Jetpack.

Como criar um blog profissional: WordPress.org

O WordPress.org é um projeto de código aberto que você pode instalar na sua própria hospedagem para criar um blog e ter total controle sobre o que esta criando.

WordPress.org, tenha total controle do seu site

Como diz o ditado, com grandes poderes vêm também grandes responsabilidades. Agora que você contratou uma hospedagem, instalou o WordPress e está no controle de todo o seu site, você é responsável por tudo: desde a escolha do layout até atualizações de seguranças e backups.

Mas calma, não se assuste, maioria das empresas de hospedagem possuem a instalação em 1 clique do WordPress, já que é o CMS (content management system) mais comum do mercado.

Quanto vou gastar para criar um blog?

A resposta para essa pergunta sempre será depende. Porém, pela minha experiência, você vai gastar R$50 no registro do domínio e um valor de hospedagem que pode começar em R$7 por mês se vocês seguirem a minha indicação de uma empresa brasileira que oferece um serviço de hospedagem de qualidade.

Com isso você pode esperar um gasto de R$134 no seu primeiro ano para basicamente ter um site funcionando. Claro que você pode investir em temas premium ou comprar plugins para facilitar seu trabalho, mas isso não é necessário, pelo menos não para começar.

R$134 sendo R$57 no primeiro mês e o restante ao longo do ano.

Como escolher um bom domínio

Um bom domínio tem muito a ver com qual vai ser o seu foco, porém é bom evitar coisas muito específicas e longas como: blogdelivrosromanticos.com.

Existem dois motivos para isso ser uma má ideia:

  • É um nome longo e difícil de lembrar
  • Caso você resolva mudar um pouco de rumo, não fica bem escrever sobre livros de suspense com esse nome de domínio

O que eu recomendo é pensar em um nome que consiga abranger um público grande, mesmo que você não vá abordar todos eles no início, ou usar algo relacionado com o seu próprio nome, ou sem significado. Qual era o significado de Google antes do Google existir?

Pense bom bastante calma na hora de escolher o nome para o seu blog, essa é uma das partes mais importantes do seu negócio. Vou deixar aqui alguns blogs que eu acho os nomes criativos para vocês se inspirarem.

Melhor hospedagem para quem vai pagar em reais: Hostoo

Uma ótima opção para quem vai começar um blog usando o WordPress e não quer assinar planos longos, que são exigidos pela maioria das empresas, é a Hostoo.io. Além de possuir um painel super simples para a instalação do WordPress, você vai pagar apenas R$7 por mês para manter o seu site.

Hostoo.io

Atualmente utilizo o plano de R$20, porém raramente o consumo de recursos do servidor passa de 20%, e isso é muito importante para manter o site rápido.

Aviso: Caso você se cadastrar por esse link de afiliado, além de obter alguns dias de acesso grátis você ainda ajuda o blog financeiramente.

O que é um CMS e qual utilizar

CMS é a abreviação de “Content Management System“, que é basicamente o sistema que você usa para gerenciar seu banco de dados e todas as informações e arquivos do seu site. Sem dúvidas vamos optar pelo WordPress, que já é usado em cerca de 40% de toda internet. Nãoha motivos para reinventar a roda.

O WordPress é poderosíssimo e você pode fazer praticamente qualquer com ele: seja você mesmo fazendo os códigos ou através de plugins que adicionam novas funcionalidades ao seu site.

Quais plugins são essenciais para um site WordPress

Existem alguns plugins que são essenciais para manter seu site funcionando com o melhor desempenho possível, ao mesmo tempo que gera uma boa experiência para o usuário e aparece nos mecanismos de pesquisa.

Jetpack: Funcionalidades de lista de e-mail, gerenciamento de comentários, acelerador, conteúdo relacionado, sitemaps e proteção contra ataques de força bruta.

Short Pixel: Otimização automática de todas as imagens enviadas para o site, aumentando e muito a velocidade de carregamento.

WP Forms: Formulário de contato.

UpdraftPlus: Backup e restauração do site (mas fique tranquilo, a Hostoo faz backup a cada 2 dias).

Site Kit by Google: Plugin oficial do Google para conectar com o Search Console, Analytics, AdSense e Tag Manager.

O design do seu blog, menos é mais

Quando pensamos no design do blog, é importante escolhermos algo que fique bonito, mas devemos pensar também se aquele tema se ajusta bem a uma tela de celular, já que atualmente maioria dos acessos de um site vêm de dispositivos móveis.

Chamamos essa capacidade de se ajustar a diversos dispositivos de responsividade, e ela é extremamente importante. Atualmente não faz sentido ter um site que só fica bom no desktop ou no notebook.

Use um tema simples

Recomendo muito que você use um tema simples, tente dar preferência aos temas padrões do WordPress já que esses possuem mais suporte e atualizações regulares. Normalmente para quem está começando esses temas são a melhor escolha pela estabilidade.

Caso queira um tema que carrega na velocidade da luz, eu recomendo o Generate Press, que é o tema utilizado pela Pousada Nerd (mas você vai ter que fazer alguns procedimentos extras para ativar o AMP).

Implemente AMP

AMP é a sigla para Acelerated Mobile Page, e é uma forte tendência do Google nas pesquisas orgânicas. A tecnologia AMP funciona basicamente removendo tudo que for desnecessário da página com o objetivo de acelerar seu carregamento.

Existem diversas maneiras de implementar o AMP em seu site, felizmente, o WordPress possui um plugin oficial para inserir todas as tags e converter seu site em AMP. Você vai se espantar com o aumento da velocidade do seu site.

Crie um menu na página inicial

Ter um menu na sua página inicial facilita muito a navegação através do site, e isso é bom tanto para a experiência do usuário quanto para os mecanismos de busca, que precisam ser capazes de chegar em todas as páginas do seu site.

Menu simples e eficiente

Uma boa prática é que não deve levar mais do que 3 cliques para ir da sua página inicial até uma página específica do seu site. Criando um menu assim, com as categorias, você garante que essa condição será atendida.

Defina uma identidade visual para as capas das postagens

Algo que parece muito difícil, mas, na verdade, não é, é definir uma identidade visual ao longo do seu blog e das suas postagens. Aqui vale fazer duas coisas básicas: definir as cores do seu blog e criar uma capa padronizada para as postagens.

Curiosidades sobre o Japão

A imagem acima é um exemplo das capas que eu utilizo aqui no blog. Eu criei um fundo azul exatamente com os tamanhos das capas do WordPress (1200×675 para a maioria dos temas) e coloco a imagem da capa em cima dela.

Isso além de gerar uma identidade visual através de todo blog ainda garante que a imagem sempre terá a dimensão certa e que eu não vou passar horas pensando em uma capa.

Algumas dicas sobre SEO para quem está começando

A maioria das pessoas se assusta quando ouve falar em SEO, mas, na verdade, isso é bem mais simples do que você imagina. Contanto você não caia na bobeira de ficar usando plugins de SEO ou fazendo estratégias de criação de backlinks sem sentido, vai ficar tudo bem.

SEO e basicamente a sigla para denominar a otimização do seu conteúdo para os mecanismos de pesquisas, e te digo por experiência própria e pelo que aprendi com a Income School: a melhor forma de otimizar seu conteúdo é pensando um pouco menos no Google e mais no usuário.

Se seu conteúdo for bom e bem escrito, eventualmente as pessoas vão ter uma boa experiência na página e você irá aparecer nas pesquisas. Lembre-se, o trabalho dos mecanismos de pesquisa é levar o melhor conteúdo possível até os usuários, confie no trabalho deles.

Fuja das palavras-chave com muita concorrência no começo

Quando você está começando seu blog, ele não tem autoridade nenhuma no Google, é como se uma pessoa aleatória na rua chegasse em você e começasse a falar, você provavelmente não levaria muito a sério o que ela tem a dizer.

Agora vamos supor que ela vá pouco a pouco falando de coisas simples até você confiar nela para ouvi-la falar de coisas mais complexas. É assim que eu vejo a escalada pelas primeiras posições do Google, ou de qualquer outro mecanismo de pesquisas.

Você pode começar escrevendo sobre assunto que os blogs maiores não estão cobrindo, já que para eles, normalmente não compensa ir atrás de uma palavra-chave com baixo volume de pesquisa (menos que 1000 pesquisas mensais).

Ubersuggest

Recomendo que você utilize o Ubersuggest quando não tiver ideia da quantidade pesquisas que um determinado assunto possui. Tente abordar assuntos menos concorridos ou abordando que um ângulo diferente, por exemplo: ao invés de apenas fazer uma resenha de A culpa é das estrelas, eu posso falar sobre livros parecidos com A culpa é das estrelas.

Dessa maneira você ainda consegue falar sobre o assunto, mas de um ângulo um pouco diferente e talvez menos concorrido. Uma coisa que eu adoro fazer é falar sobre o que eu aprendi com determinada obra.

Search Console, o seu mapa para o futuro

Eu costumo brincar que o Search Console é como um mapa para o seu futuro da produção de conteúdo. Digo isso porque após criar alguns conteúdos e começar a aparecer nas pesquisas, essa ferramente pode te dizer através de quais palavras-chave o seu blog foi encontrado.

Alguns dos termos para os quais a Pousada Nerd aparece na pesquisa orgânica

Nesse exemplo, estamos aparecendo na pesquisa para o termo “priscila e rodrigo ficam juntos” devido à resenha da Minha vida fora de série. Há dois caminhos possíveis aqui: melhorar a postagem original dando ênfase nisso para garantir que as pessoas encontrem o que estão procurando ou criar uma postagem apenas para falar sobre o destino de Rodrigo e Priscila.

Eu gosto mais da segunda abordagem, e na nossa experiência levam poucos dias para ranquear para uma palavra-chave que está aparecendo em uma busca tangencial assim. Caso existissem boas respostas para essa pesquisa, ela não estaria sendo mostrado em uma postagem que não é especificamente sobre ela.

Sabendo disso, fique sempre de olho no seu Search Console para não perder nenhuma oportunidade que estiver ao seu alcance. Isso vai facilitar muito o seu planejamento de conteúdo, já que dificilmente você vai escrever que você não tem nenhuma chance de ranquear.

Como planejar o conteúdo do seu blog

Uma das maneiras mais eficientes de planejar o seu conteúdo, é indo diretamente até o Google e inserindo a palavra-chave principal do seu site, sou o assim do qual você quer falar e ver as sugestões que o próprio te dá.

Sugestões para pesquisas relacionadas à literatura

Esses são todos termos que estão sendo pesquisados, então é impossível escrever algo que não tenha buscas. caso precisa de mais ideias, você também pode ir colocando todas as letras do alfabeto de A a Z para ver outras sugestões.

Sugestões de pesquisa para literatura a

Esse é método é bastante eficiente quando você estiver começando seu blog e quiser colocar alguns conteúdos para testar as águas e ver para o que você começa a ranquear. Combinando esse método com os dados do Search Console você terá conteúdo para muito tempo.

No momento o blog está com 127 postagens e eu tenho uma lista de coisas para escrever bem maior do que isso, só me falta tempo. Isso é incrível já que dessa maneira você não vai perder o seu tempo sentado tentando pensar no que escrever.

Com esse método você simplesmente senta e escreve, ponto.

Porque publicar seu blog em redes sociais é uma perda de tempo

Conforme o tempo passou as redes sociais perceberam que mandar o usuário para outra plataforma, ou dar alcance orgânico para ele não era uma boa maneira de ganhar dinheiro. Por causa disso, a única maneira de realmente atingir algum público é pagando por propagandas.

Além do alcance orgânico ser ruim, cuidar de redes sociais requer muito tempo. Responder comentários, participar de comunidades e mais um milhão de coisas. Para piorar tudo isso, a conversão costuma ser horrível.

A única rede social que eu posso afirmar que realmente vale o tempo investido é o Pinterest, já que é uma das poucas que ainda mantém um alcance orgânico interessante. Mas pense certinho se seu nicho combina com o Pinterest e se seu tempo não poderia ser usado em outras coisas tudo bem?

Uma alternativa para divulgar seu blog

Lá no começo do texto eu disse que a criação começava com o consumo, então nesse passo vamos consumir o conteúdo de outros blogs. Além de ler as postagens, você vai comentar, sinceramente deixando sua opinião e interagindo com outras pessoas do seu nicho.

Isso pode abrir portas para várias parcerias e também fazer com que outras pessoas te conheçam, já que em praticamente todo comentário você deixa o link do seu site e o nome do seu blog.

YouTube e Podcasts, de olho no futuro

Colocar todos os seus ovos em uma única cesta nunca é uma boa ideia, então após ter um blog estabelecido, é legal pensar em diversificar seu conteúdo. Nesse momento o YouTube e os Podcasts são ótimas opções.

Muitos especialistas acreditam que em poucos anos maior parte do conteúdo da internet vai ser em forma de vídeo, então é legal estar preparado para isso.

Tanto Podcasts quanto vídeos podem trazer um público novo para a sua marca e servir como uma mídia complementar. Da mesma maneira que existem pessoas que preferem o conteúdo escrito, há aquelas que preferem algo mais passivo como um podcast enquanto faz alguma outra coisa.

Como e quando monetizar o seu blog

Minha dica é monetizar o seu site o mais cedo possível, mas isso não é uma coisa obrigatória. O importante é gerar tráfego, se você tiver pessoas no seu site você pode em pouco tempo configurar a monetização.

Vou falar de alguns métodos simples e eficientes que você pode utilizar. Lembrando que esses métodos são genéricos e se aplicam a praticamente qualquer nicho. É natural que alguns nichos possuam mais opções de monetização e outros menos.

Para descobrir, pesquise no Google “seu nicho + afiliados” e veja os programas disponíveis, você vai se surpreender bastante.

Programa de afiliados Amazon

O programa de afiliados da Amazon consiste basicamente em colocar o seu link para os produtos no final ou no meio das postagens. Caso uma pessoa clique no link e efetue uma compra você ganha uma parte do valor.

Esse método de monetização é muito comum em nichos que fazem resenhas de produtos, já que quem procura uma resenha provavelmente deseja efetuar uma comprar caso gostar do produto.

Temos uma postagem falando especificamente sobre diversos programas de afiliado, não deixe de conferir.

Adsense

O AdSense é uma maneira bastante conveniente e automatizada que o Google criou para colocar anúncios em seu site. Você pode tanto configurar os espaços desejados quanto deixar que o próprio sistema encontre os melhores locais para colocar as propagandas.

Exemplo de valores do AdSense

Você vai receber um valor quando as pessoas clicarem nos anúncios e também pela visualização dos mesmo. Os valores podem variar dependendo de vários fatores como, por exemplo: nicho, nacionalidade, quantidade de acessos do site e quantidade de anúncios exibidos.

A tendência é que você consiga valores maiores conforme crescer, já que mais anunciantes estarão competindo para anunciar nos seus espaços.

Uma das principais vantagens de monetizar com o AdSense é que os requisitos de entrada são bem baixos e a configuração bastante simples. Basta ter conteúdos originais e de acordo com as políticas do Google que seu site provavelmente será aprovado.

Quanto à configuração basta utilizar o plugin SiteKit do próprio Google que ela será feita automaticamente.

Dicas de como criar um blog literário

Acredito que a coisa mais óbvia do mundo é que para criar um blog literário você precisa gostar muito de ler, mas infelizmente não é só isso.

Além de gostar de ler, é importante que você consiga analisar as obras de maneira crítica apontando os lados positivos e os negativos delas. Outra maneira de abordar o assunto é falando sobre o que você aprendeu ou sobre como determinado livro fez você mudar.

Ideias de conteúdo para um blog de literatura

  • Listas de livros parecidos
  • Livros favoritos
  • Melhores livros que já leu
  • Piores livros que já leu
  • Resenhas de livros
  • Aprendizados dos livros
  • Onde encontrar livros
  • Hábitos de leitura

Por fim vou deixar uma lista com os blogs de literatura que eu acompanhei em 2020, se contentem com essa até eu fazer a de 2021.

Melhores blogs de literatura 2020

Dicas de como criar um blog de animês e mangás

Da mesma maneira que com os livros, é importante que você seja um apaixonado por animês e mangás e, se possível, pela cultura japonesa. Para produzir conteúdo você vai ter que consumir essas obras constantemente.

Uma vantagem que eu vejo na produção de conteúdo de animes com relação aos livros, é que esses possuem duas categorias de criadores de conteúdo: o especialista em poucas obras e o generalista de muitas obras.

É impossível dizer qual dos dois é melhor, mas fato é que se você não tem tanto tempo para consumir diversas obras, ou acompanhar os lançamentos da temporada, talvez seja mais fácil pegar um único anime e explorar a partir de diversos ângulos.

Para te ajudar a se inspirar vou deixar aqui uma lista de blogs sobre animês e mangás que você pode usar de inspiração.

Melhores blogs de animês e mangás 2021

Ideias de conteúdo para um blog sobre animês e mangás

  • Opiniões sobre o mundo otaku
  • Resenhas de animês
  • Resenhas de mangás
  • Primeiras impressões
  • Análise, episódio a episódio
  • Notícias
  • Listas de animês
  • Listas de mangás
  • Resenha de arcos
  • Comparação entre mangá e animê
  • Personagens favoritos
  • Personagens detestados

Como podemos ver as possibilidades são infinitas, então deixe sua criatividade fluir. E lembre-se sempre: a criação começa com o consumo.

Isso é tudo que eu tenho a dizer sobre blogs no momento, até logo

Nesse texto compartilhei tudo que eu sei e aplico sobre blogs, indo desde as configurações até os métodos para criação de conteúdo. Espero realmente que isso te ajude a começar o seu blog e alcançar a sua independência financeira e a liberdade de estar em qualquer lugar do mundo.

Carinhosamente
Marcos Mariano

6 thoughts on “Como criar um blog de sucesso em 2021

  1. WOW! Quanto conteúdo rico! Realmente parabéns pela quantidade de informação junta num só post e as dicas são incríveis, conteúdo bem mais técnico, mas ao mesmo tempo bem explicado pra iniciantes e meio idiotas (like me).

    Estou gostando bastante desses posts nesse estilo, por mais que sejam MUITO trabalhosos, está maravilhoso, se esta te animando tanto quanto está me animando agora (que a resposta é: muito), não ouse parar.

    PS: Amei o carinhosamente 😉

    1. Fico muito feliz que tenha gostado Bia. Eu tentei juntar tudo que eu aprendi sobre blogs e tenho aplicado na Pousada Nerd em uma única postagem, de uma maneira que um completo iniciante possa entender.

      No geral maioria desses conteúdos estão atrás de barreiras de pagamento, e principalmente, em inglês, o que dificulta o acesso.

      Nem me fale em ser trabalhoso, levei umas duas semanas pra escrever tudo isso mas o resultado me deixou extremamente feliz.

      Vamos seguir com essa animação, não ousaremos parar, nenhum dos dois.

      Carinhosamente (golpe baixo)
      Marcos Mariano kkkkk

Deixe uma resposta