Como criar uma lojinha no Facebook

Se você está começando a empreender e quer ter uma melhora na sua carreira e nos produtos do seu negócio, uma ótima pedida é a criação gratuita, sem necessitar de grandes investimentos e um local físico para uma loja online na plataforma que cresce a cada dia mais, o Facebook!

Como criar uma lojinha no Facebook
Como criar uma lojinha no Facebook

Veremos neste post como e por que criar uma lojinha no Facebook e ter sucesso nas suas vendas e gerenciamento de produtos, além de como fazer um bom uso da plataforma de maneira eficaz e muito prática. Vamos nessa?

Por que devo ter uma lojinha no Facebook?

Esta é a porta de entrada que os consumidores irão lhe encontrar. Muitos deles irão indicar seus serviços e produtos, mas a maioria irá realizar buscas na Internet sobre os tipos de produtos e serviços que você vende, aí que entra a jogada do tráfego orgânico, pago e as palavras certas para ser encontrado por possíveis clientes e pelo seu público-alvo.

Tendo sua lojinha dentro da plataforma do Facebook, tudo ocorre de forma mais simples, ou seja, você pode interagir com seu cliente ou possível comprador, tirar suas dúvidas e auxiliá-lo no processo até a compra, facilitando e muito o trabalho.

Como mencionei anteriormente, você pode investir em tráfego pago, que consiste em utilizar softwares de ranqueamento para ficar nas melhores posições dos mecanismos de buscas ou usar o tráfego orgânico, investindo em palavras chaves e SEO. Inclusive, caso opte por um investimento em redes sociais, poderá combinar outras estratégias como o Google Ads, oferecida através de anúncios.

Criando sua lojinha

Faça login na sua página do Facebook, vá em “configurações” e selecione a opção “modelos e guias”. Vá em “editar” e selecione o modelo de sua preferência. A página oferece diversos modelos para que você tenha acesso aos mais diversos tipos de modelos disponíveis.

Você pode gostar:  Como obter insights relevantes para prospectar novos clientes?

Ao escolher seu modelo, vá na opção “compras” e clique em “ok”.

Configurando a sua lojinha

Diferentemente de outras plataformas de e-commerce, você consegue adaptar sua lojinha para que fique da forma que você queira, sem depender de vastos conhecimentos de linguagens de programação e develops. Essa facilidade faz com que você possa auxiliar seus clientes no que eles estão tendo dificuldade ou em alguma necessidade específica.

No menu principal, selecione a opção “Loja” e após ler os termos e políticas do vendedor, aceite clicando em “continuar”. Uma nova opção irá surgir, para que configure as formas de pagamento que a loja irá aceitar. Após finalizar esta etapa, insira a descrição dos produtos que você irá comercializar no campo “descrição”.

Incluindo seus produtos

Para adicionar os produtos a sua lojinha é de forma simples e intuitiva, informações como nome, preço, imagem e descrição do produto serão necessárias para fazer sua inclusão. E lembre-se de verificar se possui o produto em disponibilidade no estoque, pois a plataforma lhe questiona. Você pode alterar estas configurações posteriormente ao cadastrar um produto, sem preferir.

Avaliação na plataforma

Após realizar as etapas anteriores, você irá passar por uma espécie de triagem, pelos algoritmos do Facebook, justamente para que seja de acordo com sua política de uso. Neste caso, para evitar que fique sem suas vendas e serviços, programe-se com antecedência para não ter problemas neste período.

Leva muito tempo? Para a maioria dos casos, costuma levar pouco mais de alguns minutos, todavia imprevistos acontecem. Ao cadastrar o produto, você precisa estar atento para não violar nenhuma regra de uso, caso seja evidenciado que infringiu alguma regra, você precisará retornar a todos os passos anteriores e (re)cadastrar seu produto novamente.

Você pode gostar:  Como conseguir renda extra com Marketing Digital

Ao finalizar o processo, você recebe uma notificação de que deu tudo certo.

Como manter um bom status e atendimento pela lojinha

Para manter um excelente atendimento e ser reconhecido, saiba que este processo não acontece da noite para o dia, é preciso uma boa estratégia e um bom posicionamento em relação a seus clientes para que possa saber como agir em diversas situações. Veremos a seguir algumas dicas de como ter um bom relacionamento com o cliente.

  1. Ouça o seu cliente.

Não se trata de alienar-se ao seu negócio e as suas estratégias, uma vez que você tem feedbacks e diversas oportunidades de ouvir seus clientes, edificar uma relação muito além da decisão de compra. Procure manter um padrão de comunicação e horários disponíveis para que sempre esteja próximo e passe essa segurança para o seu cliente saber que não está abandonado e pode contar com você quando precisar.

  1. Faça bom uso dos Insights da plataforma.

Poucas pessoas sabem, mas existe um recurso no Facebook chamado insights, trata-se de um diagnóstico sobre determinada ação ou causa. Na prática, ele é utilizado para acompanhar tudo que acontece dentro da sua plataforma, como posts e comentários, o número de pessoas que aquele post ou story alcançou e ao mais importante, gera um relatório sobre como você teve uma performance boa ou ruim, além de oferecer maneiras de melhorar, turbinando uma publicação, por exemplo.

  1. Responda a todo tipo de feedbacks, seja ele negativos ou positivos.

Pode ser uma das etapas mais complicadas de se trabalhar com os clientes, estar pronto para receber avaliações positivas e as negativas, infelizmente, não agradamos a todos. Quando você se preocupa com as avaliações e as responde, isso demonstra que está trabalhando para evitar que aquela determinada situação se repita. E aos comentários positivos, isso mostra que esta é uma cultura da empresa, em inseminar qualidade nos serviços e no seu trabalho.

  1. Seja presente, atente-se as notificações.
Você pode gostar:  Como fazer marketing de conteúdo para alavancar o seu negócio

Você conta com um recurso auxiliar das notificações, caso seja de seu interesse, ou decida tirar um tempo exclusivo para elas. Este recurso permite que você tenha boas práticas e esteja presente em um período que o cliente sabe que pode contar com você. Ainda sobre este recurso, você pode escolher que as notificações sejam entregues por e-mail ou diretamente pela plataforma, visando que seja algo cômodo para você e ainda mais para seu cliente, ter um atendimento rápido e de qualidade.

E lembre-se, um cliente satisfeito atrai outros.

Carinhosamente
Marcos Mariano

Marcos Mariano
Marcos Mariano

Tenho 30 anos e sou apaixonado por jogos, animes, tecnologia, criptomoedas e literatura. Atualmente estudo Marketing Estratégico Digital e mato meu tempo escrevendo qualquer coisa que passe pela minha cabeça.

Artigos: 946

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.