Por que os animes tem fillers?

Já assistiu um anime onde, do nada, um episódio muito aleatório acontece? Esses episódios fora da casinha em animes com temáticas bem longe de serem Slice of Life são denominados fillers. Mas por que esses episódios aleatórios e sem relação com o enredo do anime ocorrem? Compreenderemos a razão por trás deles neste artigo e veremos quais as temáticas mais comuns durante episódios considerados fillers. Muitos dos melhores animes por aí possuem episódios e até arcos completos com um enredo leve, aleatório, engraçado ou divertido e fora do enredo principal.

O que é um filler?

Primeiramente, é importante entender a definição de um episódio filler. O termo é utilizado para definir um episódio que está ali apenas para preencher uma lacuna. O termo em inglês é uma expressão vinda da palavra “fill”, significando encher. Então filler é basicamente um enchimento, ou seja, de forma brasileira de se dizer, um filler é um episódio utilizado para “encher linguiça”. Um filler nos animes normalmente não aparece no mangá ou outra obra que o anime se baseia. Ou seja, são cenas que costumam fugir da temática do anime e ter a presença de comédia e temas mais leves.

Boruto: Naruto Next Generations (2017)
Boruto: Naruto Next Generations (2017)

Quais os principais temas de episódios fillers nos animes?

Podemos dizer que existem alguns temas recorrentes em vários fillers de todos animes. Os principais temas que são muito comuns de aparecer em um episódio extra como esse seriam:

  • Episódio de flashback para recapitular aquilo que foi visto até então na trama do anime, normalmente com narração dos personagens relembrando os acontecimentos anteriores, costuma aparecer no meio da série;
  • Episódio filler com temática de praia ou de piscinas térmicas. No Japão, há uma enorme quantidade de praias pelo fato do país ser considerado uma grande ilha. Portanto, vários animes retratam várias praias em episódios como esses onde personagens passam o dia se divertindo na areia;
  • Episódio filler alongando uma cena do passado. Esses episódios mostram uma cena anterior, porém com novos detalhes que podem ou não serem cruciais para a trama.

Existem outros tipos de fillers nos animes, porém esses são apenas alguns dos exemplos mais comuns dentro do meio. Porém, qual seria a razão por alguns animes terem tantos episódios dessa categoria? Vamos entender mais a seguir.

Por que animes tem fillers?

Uma questão que faz muitos confusos é a razão por trás da criação de episódios sem propósito como esses. Os animes possuem uma lógica muito diferente das animações do Ocidente, isso por conta do fato que a maioria dos desenhos animados segue dois padrões. 

Ou uma animação possui todos episódios como algo importante adicionando mais conteúdo e informação para a trama ou é uma série aleatória, possivelmente infantil e apenas com intuito de apresentar comédia. Os animes diferem muito nesse ponto, pois o mesmo anime que apresenta sangue e violência pode ter um episódio focado em uma viagem à praia. Mas quais seriam as razões por trás dessa escolha dos diretores? Há duas razões que podemos citar como as principais.

Mangá com nível de produção diferente

Um mangá possui uma produção diferente de um anime, ela é muito mais lenta e trabalhada. Portanto, vários animes usam fillers para atrasar o passo da série, evitando que o conteúdo da trama não acabe antes do mangá ter novos capítulos lançados. Essa é uma das razões por trás de animes baseados em mangás finalizados serem muito mais convenientes e também fiéis à trama.

Escolha do estúdio

Por simples escolha de seu estúdio ou diretor, muitos animes acabam explorando cenários aleatórios fora de sua trama principal. Porém, nem sempre isso é algo ruim. Se feito de forma natural é possível que o conteúdo mostre um lado dos personagens que não é explorado nos episódios normais e isso pode ser benéfico para entender mais sobre os mesmos.

Quais os animes com mais fillers?

Compreendendo o conceito e a razão por trás dos fillers, podemos analisar quais as obras de animação japonesa com a maior quantidade de fillers. A seguir, conheça os animes que possuem esses episódios aleatórios. Mas fique esperto, nem sempre eles são episódios que devem ser pulados ou não podem ser divertidos de assistir.

Naruto

Naruto (2002)
Naruto (2002)

Acima de todos, Naruto sempre é mencionado quando o assunto são fillers. Com um total de 220 episódios, a série tem 94 episódios considerados fora da trama, ou seja, não são canon ou relacionados com acontecimentos reais. Portanto, isso é 42% do total de episódios. Apesar disso, o anime continua sendo uma das maiores referências entre otakus e continua sendo adorado até hoje.

Naruto Shippuden

Naruto Shippuden (2007)
Naruto Shippuden (2007)

Novamente, a obra de Masashi Kishimoto continua ganhando uma quantidade impressionante de fillers. Shippuden possui um total de 500 episódios, porém mais de 200 são fillers considerados não canon. Isso representa mais de 44% dos episódios. Obviamente, quanto maior a quantidade de episódios, aumenta também a possibilidade de haver fillers.

Fullmetal Alchemist (2003)

Fullmetal Alchemist (2003)
Fullmetal Alchemist (2003)

Um anime que foi muito falado por ter sido um total desastre em relação ao mangá. Enquanto o início da trama é ainda mais fiel ao mangá que Brotherhood, o anime apresenta um total de 29 episódios filler e oferece, no total, 51 episódios para consumir. Dessa forma, 56% dos episódios são fillers. A razão por trás disso foi que seu mangá ainda estava em produção, portanto, anos depois em 2009, sua nova adaptação foi feita e se tornou uma das melhores já criadas no mundo dos animes. Fullmetal Alchemist: Brotherhood é extremamente superior a sua adaptação transmitida originalmente em 2003, pois seu mangá estava finalizado em 2009.

Black Butler

Kuroshitsuji (2008)
Kuroshitsuji (2008)

Superando todos os outros animes, esse anime conseguiu criar uma temporada inteiramente de fillers. A sua primeira temporada retrata uma história fiel ao mangá, porém a segunda temporada apresenta 24 episódios, mas 19 deles não são canon. Ou seja, mais de 60% dessa temporada não agrega um conteúdo aproveitável. Mesmo assim, a série que foi transmitida entre 2008 e 2009 e baseada no mangá de Yana Toboso continua sendo muito popular e chegou a ter seu próprio live action.

Por que os animes tem fillers?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo
Licença Creative Commons
Pousada Nerd criado por Marcos Mariano está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
Baseado no trabalho disponível em https://www.pousadanerd.com/