Vale a pena assistir Friends?

Vamos ser sinceros aqui: se você não gosta de Friends, é porque você não assistiu direito.

A série é um ícone! Você pode assistir quantas vezes quiser que ela continuará sendo engraçada e maravilhosa. É aquela série que dá um quentinho no coração só de pensar. Então, se você está se perguntando se vale a pena assistir Friends, a resposta é SIM! Hoje vamos abordar aqui alguns fatos pelos quais vale a pena assistir e reassistir Friends um milhão de vezes sem que a série se torne cansativa.

Vale a pena assistir Friends?
Vale a pena assistir Friends?

Porque vale a pena assistir friends

A verdade é que a série é tão boa porque você consegue se identificar com todos os personagens. Você olha para eles e consegue se imaginar vivendo aquelas situações e tendo exatamente as mesmas atitudes. Isso faz com que você viva toda a série com os personagens.

Além de se enxergar na série, também é possível enxergar todos os seus amigos! Tenho certeza que todo mundo tem algum amigo estilo Joey – que se acha o gatão – ou um pouco lesada estilo Phoebe.

E, se só os personagens principais da série já não fossem maravilhosos, os personagens secundários que aparecem só de vez em quando também são incríveis e fazem com que você queira assistir vários episódios com eles e saber mais do que aconteceu. Sem contar que várias vezes aparecem vários personagens icônicos como, por exemplo, Brad Pitt, Julia Roberts e Bruce Willis.

Outro ponto bem positivo da série é o fato dos episódios serem bem curtinhos. Cada um tem uma média de 20 minutos. Isso ajuda muito porque é possível assistir naqueles pequenos momentos do dia em que temos meia hora para descansar e logo partir para outras obrigações.

Eu gosto muito de assistir no meu horário de almoço, acredito que me ajuda a relaxar na medida certa, sem ficar ansioso pensando a tarde toda no próximo episódio e, ao mesmo tempo, me ajuda a clarear as ideias para recomeçar a trabalhar no horário da tarde.

Uma série de mulheres fortes

Se você gosta de ver mulheres com ótimas histórias e que souberam superar todas as adversidades da vida, é a série certa para você. A Phoebe teve uma infância muito difícil, grande parte da infância dela foi nas ruas, mas isso não a impediu de ser uma boa amiga e uma mulher direita.

Já Mônica teve muitos problemas na adolescência com seu peso, mas superou e consegue viver longe dos transtornos alimentares.

Rachel passa uma boa parte da série buscando sua independência, já que sempre foi criada tendo de tudo, bem estilo mimada, mas notamos durante a série como isso a atrapalha e vemos o personagem se desenvolvendo, buscando sempre a independência.

Sempre tem uma lição

Outro fator pelo qual vale a pena assistir Friends é que praticamente todos os episódios tem uma lição para passar. Além disso, a mensagem geral do seriado é do quanto as amizades são importantes na nossa vida! São os amigos que vão nos apoiar naqueles momentos em que parece que o mundo está desabando e que ninguém mais se importa. E são esses mesmos amigos que vão te dizer quando você estiver para fazer algo que vai dar errado, muito errado. Confie nos seus amigos!

Roupas Fashion

Isso é uma crítica direta a Sex and the City: Friends tem looks usáveis. Sex and the City começou a ser exibido em 1998 e Friends começou a ser exibido em 1994, então as exibições de várias temporadas aconteceram ao mesmo tempo, dividindo o público.

Na minha opinião Friends ganha de lavada por uma série de motivos, mas, como esse tópico é sobre as roupas… Friends tem roupas que podiam ser usadas por qualquer um. Eram roupas usáveis e não aquelas maluquices de Sex and the City que simplesmente ninguém tem coragem de usar.

É sempre legal poder ver um look por aí e lembrar dos nossos personagens preferidos.

Claro que hoje em dia isso já nem faz mais tanto sentido, já que a roupa que elas usavam já está quase para se tornar vintage, mas ainda assim, saber que os personagens eram “gente como a gente” faz com que a gente goste ainda mais deles.

Uma série que quebra tabus

Primeiro de tudo a gente tem que contextualizar: a série passou em uma época totalmente diferente da nossa. E existem algumas pessoas que acham que a série deveria ser extinta da Netflix por ter alguns pensamentos retrógrados, mas a gente tem que lembrar que na época aquilo ainda fazia sentido.

Friends
Friends

Os pensamentos eram outros, as polêmicas eram outras e a sociedade toda agia de outra forma.

Dito isso, alguns assuntos que foram abordados ali realmente ajudaram a todos a abrir um pouco mais a mente e conhecer coisas novas.

Pouquíssimo se falava em relacionamentos homoafetivos, mas a ex mulher do Ross terminou o casamento deles, pois era lésbica, e eles continuaram amigos mesmo assim.

Algumas análises do seriado falam em gordofobia, já que sempre que a adolescência da Mônica é citada, o fato dela ter sido gorda é tratado com algumas piadinhas. Mas, ainda assim, podemos enxergar o quanto a gordofobia fez mal para uma adolescente e o quanto marcou toda a vida dela.

Se conseguirmos realmente olharmos para a época, veremos a importância dos temas que estavam abordando e pararemos de querer cancelar a série a todo custo.

Alguns outros assuntos que foram abordados durante as temporadas foram: vícios, drogas, barriga de aluguel e adoção.

Todos esses temas eram coisas que quase não eram faladas na televisão e temos que lembrar que a internet ainda não era a febre que é hoje, onde podemos buscar informações. Com certeza ter um seriado do tamanho de Friends falando sobre esses temas fez com que a mente de muitas pessoas se abrissem.

Agora me conte: você já assistiu Friends? Gostou? Também é uma das suas séries preferidas ou você prefere deixar passar? O que mais te agrada e o que você pensa que poderia ter sido diferente? Comente!

Carinhosamente
Marcos Mariano

11 comentários em “Vale a pena assistir Friends?”

  1. ola Marcos
    acredita que nunca vi essa serie ,já vi algumas cenas ,porque meus filhos assistiam . realmente esse lance dos capitulos curtos ajudam muito .
    penso que qualquer coisa que assistimos nos temos ver qual é epoca que foi escrito ,para podermos entender melhor .e não ficar exigindo demais ,querendo que as coisas sejam do jeito que é hoje.

    Responder
    • Olá Eliane

      Não acredito que não parou para ver ainda. Essa duração pequena é ótima para ver em um intervalo do trabalho ou enquanto come alguma coisa, por isso gosto tanto de séries curtinhas quanto de animês.

      Sim, precisamos sempre levar em conta em que momento a obra foi produzida, para não fazer feio na hora de exigir. Uma das séries que eu mais amo na vida é Californication, e ela politicamente incorreta de tantas maneiras rsrs

      Responder
  2. Ah pronto. Eu não curto rsrsrs
    Tá bom, essa eu admito sem vergonha que nem tentei ver. Eu admito que vejo poucas séries mais juvenis.
    E lá vai eu mais uma vez, dizer que talvez um dia, veja.
    Pow, coloca uma que eu veja rs
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    Responder
  3. Oi, oi!

    Meu Deus, acho que sou uma das poucas pessoas que não gosta de Friends? Haha Pois é, eu não curto. Porém, não posso deixar de reconhecer que é uma série super clássica e um marco na cultura pop. Muitas outras séries se inspiraram, de certa forma, em Friends, então embora não goste, reconheço sua importância.
    Inclusive, tem uma série que eu amo de paixão e que, infelizmente, foi cancelada, que segue essa mesma vibe de Friends, que é Happy Endings. Se não conhece, sugiro que procure, porque é muito divertida.

    Responder
    • Olá Ingrid!

      Sem dúvidas foi um super marco essa série, acredito que ela tenha uma certa leveza que eu sinto falta nas séries que assisto atualmente, que são mais recentes.

      Happy Endings! Anotado aqui, com toda certeza vou procurar, só pelo nome parece algo bem good vibes e que eu vou gostar.

      Responder
  4. Marcos!
    Friends já é um clássico, né?
    E ver todos esses atores hoje famosos, terem passado tanto tempo na série juntos, começando e ainda as participações especiais, dá uma saudade.
    Gosto muito.
    cheirinhos
    Rudy

    Responder

Deixe uma resposta